Banner

José Ermírio de Moraes | Pioneiros & Empreendedores

José Ermírio de Moraes (1990-1973)

16_joseermiriodemoraes

Aos 25 anos aceitou o convite do sogro para dirigir Sociedade Anônima Votorantim, dona de uma fábrica de tecidos do mesmo nome. Sua gestão assegurou o desenvolvimento do Grupo Votorantim, que hoje vai da indústria têxtil à siderurgia, passando pela metalurgia, química, petroquímica, metais não ferrosos, cimento, açucar, papel e celulose.



- Nasceu em Pernambuco.
- Em 1917, viajou para os Estados Unidos para cursar Engenharia de Minas.
- Em 1923, José Ermírio assumiu a direção da Usina Aliança, propriedade de seu cunhado Belarmino. Durante uma viagem ao exterior para comprar novos equipamentos para a usina, conheceu Helena Pereira Ignácio, filha do dono do maior complexo industrial de tecelagem do Brasil na época, a Sociedade Anônima Fábrica Votorantim, sediada nos arredores de Sorocaba (SP).
- No ano seguinte, em São Paulo, casou-se com Helena e foi cuidar da administração dos negócios do sogro na Votorantim.
- Sua atuação como empresário garantiu o desenvolvimento do Grupo Votorantim.
- Em 1941, foram iniciadas as atividades da Companhia Brasileira de Alumínio - CBA. Hoje, a atuação do Grupo vai da indústria têxtil à siderúrgica, passando pela metalurgia, química, petroquímica, metais não ferrosos, cimento, papel e celulose.
- Em 1975, dois anos após sua morte, verificou-se que José Ermírio de Moraes deixara o Grupo Votorantim congregando 46 empresas e empregando 33 mil funcionários.
- Alguns de seus empreendimentos foram:

 

  • Sociedade Anônima Fábrica Votorantim;
  • Companhia Nitro Química (1937);
  • Usina Siderúrgica de Barra Mansa (1938);
  • fábricas de cimento em diversos estados brasileiros;
  • Companhia Brasileira de Alumínio - CBA (1941)).

 

Fonte: pioneiroseempreendedores.com.br

 
Banner
Banner

Banner
Pioneiros & Empreendedores
Portal Unifor | Fundação Edson Queiroz
Central de Atendimento | Twitter
Fundação Edson Queiroz todos os direitos reservados